20 de jun de 2009

Quais temas tratar no Curso de Preparação

Vamos iniciar a etapa de planejamento do curso de preparação de novos coroinhas. 


Primeiro que tudo, é importantíssimo lembrá-lo que todas as decisões sobre o curso devem ser tomadas pela coordenação em acordo com o pároco. Este precisa tomar todos os conhecimentos necessários para que a preparação aconteça eficazmente. Portanto, a primeira coisa a fazer é conversar com o padre e apresentar todas as propostas que vocês têm para a realização do curso de preparação.


Na primeira postagem sobre o assunto eu deixei algumas opções de temas a serem formulados durante as formações. Agora vamos falar de cada um deles:


Relações Humanas:


Muito provavelmente os candidatos ao ministério de acólitos não se conhecem ainda. Nesta primeira etapa da preparação, o Grupo desenvolverá formas de relacionamento entre os novatos. Algumas dinâmicas facilitam este processo.
Também é nesse momento que os novatos devem tomar conhecimento do que é ser coroinha, da história do grupo, da vida dos patronos, como é o grupo que eles participarão, entre outras coisas.


Bíblia:


Não preciso dizer que a Bíblia é o principal modo de estudo do cristão. Portanto, nesta segunda etapa de formação os novatos deverão tomar conhecimento da Bíblia: O que é a Bíblia, quem a escreveu, as partes da Bíblia, quando, onde e em que línguas foi escrita, como ler a Bíblia, como ler as citações bíblicas, etc.
Sabemos que muitos dos temas que serão tratados ao longo da preparação farão uso constante das passagens e textos bíblicos. Daí a importância de o primeiro tema a ser tratado ser a Palavra de Deus.


Doutrina:


É preciso que as crianças, adolescentes e jovens que desejarem fazer parte do grupo de Coroinhas, conhecem as normas da religião a que fazem parte. Este é o momento de falar sobre o Credo, os sacramentos e outros assuntos ligados a Doutrina da Igreja católica.



Mariologia:


Nesta etapa deve-se incutir nos meninos e/ ou meninas a devoção à Maria, Mãe de Jesus. É hora de falar dos dogmas, das passagens da Bíblia que versam sobre Nossa Senhora, os vários nomes dados à Mãe de Jesus, etc.




Espiritualidade:


Aqui a oração entra em cena. Mas espiritualidade não quer dizer somente oração. É importante tratar sobre temas do cotidiano, de acordo com a idade, à luz da Fé Católica, como: aborto, drogas, prostituição infantil... É momento também de rezar a vida com ações práticas. Lembremos o significado da palavra ORAÇÃO = ORAR + AÇÃO. É momento propício de aflorar a missionariedade e evangelização dos futuros coroinhas.


Liturgia:



A formação Litúrgica deverá ser organizada em duas etapas: teoria e prática. Na área teórica serão estudados os mais variados assuntos relacionados à liturgia:
  • o que é a liturgia;
  • o Concílio Vaticano II;
  • os símbolos, posturas e gestos litúrgicos;
  • o Ano e as cores Litúrgicos;
  • a participação do Coroinha passo a passo na celebração litúrgica;
  • e muitos dos assuntos de que trato aqui no Portal do Coroinha e que o grupo pode usar nos encontros de formação.
Na prática os novatos poderão já desempenhar os serviços no altar que futuramente desempenharão. Acompanhados um a um por um coroinha mais experiente e pelo padre, o novato ajudará na missa como forma de praticar aquilo que vem aprendendo durante a formação. 


DICA: o grupo organize uma escala diária para as missas em que sempre haverá uma dupla de um coroinha veterano e um novato que está em preparação.


Por fim, quero informar duas coisas:


  1. Os cursos de formação que realizamos em nossa paróquia tiveram sempre a duração de 6 meses: fevereiro/ março 
  2. e a vestição foi realizada sempre no último domingo do mês de agosto (dia das vocações);

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de publicarmos o seu comentário ele deverá passar por avaliação do Autor do Blog.

Comente este Artigo.
Ou apenas quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Portal do Coroinha
Agradece pelo seu comentário
Deus abençoe você e toda a sua família!!!