28 de mar de 2009

Quaresma: aspectos simbólicos e pastorais


Já vimos o que significa quaresma, qual a sua duração e suas principais características. Não leu ou não lembra? Então leia:


Agora vamos tratar de aspectos simbólicos e pastorais do tempo quaresmal.


  • Cor roxa: tem o sentido penitencial. No entanto, no 4º domingo por ser o domingo da alegria, a cor rosa pode ser usada.
  • Imposição das cinzas: Na Bíblia e na maioria das religiões antigas, as cinzas simbolizam a insignificância humana. Diante de Deus, o ser humano deve se reconhecer como fraco e pecador (o que de fato sabemos que acontece). Por isso, a liturgia das cinzas, na quarta-feira, lembra aos fiéis sua condição de criaturas pecadoras e a necessidade de conversão.
  • Celebração Penitencial: a comunidade reúne-se para ouvir a Palavra de Deus, que convida à conversão e anuncia a nossa libertação do pecado pela morte e ressurreição de Cristo. O Ritual da Penitência sugere dois esquemas de celebração penitencial adequados ao tempo da Quaresma.
  • Sacramento da Reconciliação: Além das celebrações penitenciais, nem sempre acompanhadas do sacramento da reconciliação, a Igreja incentiva a prática da confissão sacramental. É ocasião favorável para o discípulo de Cristo voltar-se para Deus. Esta conversão interior, que compreende o arrependimento do pecado e o propósito de uma vida nova, expressa-se "pela confissão feita á Igreja, pela necessária satisfação e pela mudança de vida (Ritual da penitencia. n. 6).
  • Jejum: o jejum é prescrito para a quarta-feira de cinzas. Nos outros dias, cada pessoa pode oferecer a Deus, com a inspiração do Espírito Santo, a penitência que se impõe. Entretanto, os atos exteriores (jejuar, por exemplo) devem ter íntima relação com a conversão interior. Seria inútil a pessoa abster-se de alimento, e não se empenhar para melhorar seu relacionamento com Deus e com o próximo.
  • Oração: os cristãos são convidados a intensificar a oração pessoal e comunitária, como expressões de intimidade com Deus e desejo profundo e realizar a Sua vontade.
  • Prática da caridade: Os fiéis são incentivados, pelas diversas orações, à prática da justiça e do amor fraterno. o 3º prefácio da Quaresma convida-nos a quebrar nosso orgulho e imitar a misericórdia de Deus, repartindo o pão com os necessitados.
Este artigo continua amanhã, Até lá!!!

Está gostando do Portal do Acólito/ Coroinha?
Divulgue-o entre seus amigos!

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de publicarmos o seu comentário ele deverá passar por avaliação do Autor do Blog.

Comente este Artigo.
Ou apenas quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Portal do Coroinha
Agradece pelo seu comentário
Deus abençoe você e toda a sua família!!!